Somos presépios vivos!

Imagine o nascimento de Jesus, ali no meio do nada, num pequeno estábulo, o céu imenso com estrelas reluzentes, num silêncio profundo longe da badalação da cidade, da agitação das …